Proposta: distribuição do teclado ibero-americano.

User avatar
depletedvespene

18 Oct 2018, 12:55

(Por favor, perdoe meu pobre comando do português.)

O teclado espanhol é deficiente e desconfortável para programadores; o teclado espanhol latino-americano é melhor, mas tem omissões incríveis; os portugueses usam seu própria distribuiçâo de teclado; os brasileiros, outro. Os quatro têm problemas semelhantes de obsolescência, pois não oferecem algumas letras e símbolos usados com frequência ou adicionados recentemente e não atendem às necessidades de idiomas próximos.

E se fizermos uma nova distribuiçâo de teclado que resolva esses problemas? Poderíamos nós falantes de espanhol e de português usar a mesma distribuição que atende às necessidades dos dois idiomas, e outros, de boa maneira? E que combina adequadamente as necessidades de usuários normais e programadores?

Eu decidi projetar uma distribuiçâo de teclado com os seguintes objetivos em mente:
  • Deve ser baseado em QWERTY (rearranjos como DVORAK estão além do escopo desta proposta).
  • As necessidades de escritura em espanhol, português e catalão devem ser atendidas com a mesma importância, de modo que seja igualmente confortável para as três línguas (compare com o teclado espanhol, que em vez de integrar de boa maneira el catalão, la faz concessões de uma forma pobre).
  • Deve atender as necessidades dos programadores, colocando os símbolos mais usados (' " [] {} < > - ? !, etc.) em locais de fácil acesso.
  • Deve atender às necessidades extras de idiomas geograficamente próximos ao espanhol e ao português, para que possam ser escritos corretamente.
  • Deve conter símbolos tipográficos, de moeda e outros símbolos usados com frequência (¶ § — ‖, € £ ¥, ≠ ≤ ≥ ∞, etc.).
  • Deve estabelecer alocaçâos confortáveis e intuitivas para todas as letras, números e símbolos que ele contém.
  • Deve ser projetado para teclados ISO, mas deve poder ser usado em teclados ANSI sem que isso implique perda de caracteres.
Com base no que foi descrito, nas quatro distribuições pré-existentes e no meu trabalho anterior com as distribuições de teclado latino-americano estendido e espanhol estendido, foi o que eu construí:
Teclado ibero-americano, proposta inicial.
Teclado ibero-americano, proposta inicial.
iberoamericano1.png (67.73 KiB) Viewed 5467 times
O detalhe do apresentado é o seguinte:
  • Os caracteres (letras, números e símbolos) em preto são aqueles que não variam em relação a todos (ou a maioria) das distribuiçâos de teclado já listados (por exemplo: Q, 5, -).
  • Os caracteres em verde são aqueles que já existem em todas (ou na maioria) dessas distribuições, mas que mudam significativamente em localização (por exemplo: <, ?, /).
  • Os caracteres em azul são aqueles que estão ausentes em todas (ou na maioria) dessas distribuições (por exemplo: ¶, ¥, ə).
  • Os símbolos em violeta correspondem às teclas mortas essenciais: acento agudo, sotaque grave, trema, acento circunflexo e til.
  • Os símbolos em vermelho correspondem a outras teclas mortas; note que cinco deles não correspondem a diacríticos, mas eles para escrever letras e símbolos comparativamente pouco frequentes.
  • Caracteres em cinzenta (·, |, ~, ?) correspondem a alocaçâos secundárias para aqueles cuja alocaçâo principal é em tecla "ISO \" (la que está faltando em teclados ANSI).
  • Os caracteres em verde azulado ("teal") correspondem a uma consideração especial que eu descrevo abaixo.
As letras estendidas na area AltGr são:
  • ſ (que existe apenas em uma forma minúscula), usada em textos antigos em muitos idiomas.
  • Ḥ e Ḷ, usadas em asturiano.
  • Æ e Œ, usadas em latim e francês (e em outras línguas); observe que as diacríticos barra acima (◌̄) e breve (◌̆), usados em latim, também estão presentes.
  • Ŋ (eng), usada no mapudungun e em outros idiomas.
  • Ə (schwa), letra do alfabeto fonético incluída pelo seu alto uso.
  • Ꞌ (saltillo ou pusó[/ i]), usada em guarani - esta es uma letra, não um símbolo, e como tal, tem formas maiúscula e minúscula. No gráfico acima, as letras são listadas apenas com a forma maiúscula, mas para o saltillo eu coloco as duas para enfatizar que é uma letra.



Dito tudo o que precede, durante o desenho desta distribuiçâo de teclado, enfrentei um problema: em todas as distribuições baseadas em espanhol, a tecla à direita do ele (L) tem o eñe ... e em todos os as distribuições baseadas no português, por outro lado, têm o cedilha (Ç). A opção pelo primeiro implicaria, sem dúvida, a rejeição por parte dos falantes de português, e fazer o contrário traria o aborrecimento dos falantes de espanhol. Que fazer? Eu optei por... os dois.

Em vez de um único teclado iberoamericano, faremos DOIS - no teclado "iberoamericano espanhol", a tecla à direita do ELE terá a Ñ, e no teclado "iberoamericano português", terá a Ç. Agora, em ambos, AltGr-C produzirá o cedilla, enquanto AltGr-N produzirá o eñe. Essa, necessariamente, deve ser a única diferença entre as duas versões da la distribuição.

Uma dificuldade adicional é o diacrítico til: em distribuiçâos de teclado com base em espanhol, é de pouca importância (tanto que por muitos anos nem sequer existia na distribuição "espanhol" de Espanha), enquanto em aqueles baseados em Português, é vital e, portanto, é na area de base. Ao montar a distribuição, eu fui forçado a colocá-la na area AltGr ... o que representou um problema para escrever confortavelmente em português, porque à e Õ são usados com muita frequência. Eu resolvi isso colocando essas duas vogais diacríticas diretamente sob AltGr-A e AltGr-O; a tecla morta, em todo caso, deve ser mantida, já que em guarani é usada para todas as vogais, ge, eñe e ye (ã ẽ g̃ i ñ õ u ỹ).

O que vem a seguir? Mais provável remova algumas coisas - esta proposta inicial herda as dezenas (literalmente) de diacríticos de minhas distribuições estendidas, e vários deles poderiam ser eliminados sem dor (acento agudo duplo, anel, etc.) ou reservados para uma versão estendida desta distribuição, e cheira como algumas letras com barra (ɨ, ɉ, ʉ) vão precisar de la adiçâo de um diacrítico para elas. Além disso, como estou mais familiarizado com as necessidades das línguas regionais sul-americanas do que com as do outro lado do continente, devo considerar a possibilidade de ter omitido outra letra extensa importante.

Eu gostaria de receber comentários de outras pessoas, especialmente portugueses e brasileiros, para ver como essa proposta inicial pode ser melhorada.

Sim, esta ideia implica que todos nós temos que aprender a usar um nova distribuiçâo de teclado, que tenha marcadas diferenças em relação aos pré-existentes ... mas ter uma distribuiçâo de teclado que seja comum a todos nós traria enormes vantagens de várias maneiras.

User avatar
depletedvespene

18 Oct 2018, 13:18

Eu publiquei uma versão em enpanhol desta proposta em other-languages-f12/propuesta-distribuc ... 19971.html.

User avatar
AMongoose

18 Oct 2018, 13:40

Ideia interessante.

Ou não os estou a a ver ou faltam os caracteres º e ª que são bastante importantes.

Não sei se o foco em programadores será muito realista. Parece me melhor que o PT mas continua a ser pior que UK (precisar de shift para ; e [ e { em alt gr).

User avatar
depletedvespene

18 Oct 2018, 14:14

AMongoose wrote: Ideia interessante.

Ou não os estou a a ver ou faltam os caracteres º e ª que são bastante importantes.
No canto superior direito, sob pontos de interrogação e ponto de exclamação.

No meu primeiro rascunho, ª e º th estavam no AltGr-A e no AltGr-O, mas eu os movi para colocar à e Õ.

AMongoose wrote: Não sei se o foco em programadores será muito realista. Parece me melhor que o PT mas continua a ser pior que UK (precisar de shift para ; e [ e { em alt gr).
Eu adoraria ter as chaves na área de base (como no teclado latino-americano) e ponto e vírgula, mas é impossível - não há teclas suficientes para tudo, e é necessário fazer algumas concessões. Se você notar, os símbolos , . - ; : _ são mantidos nas posições que eles têm nos teclados espanhóis, latino-americano e português.

O foco está em escrever primeiro e depois em programação — dentro dessa restrição, o maior conforto possível é fornecido para os programadores, assim como facen os teclados latino-americano e brasileiro... o ganho real é que o novo teclado não é hostil para programadores, como é o teclado espanhol.

User avatar
AMongoose

18 Oct 2018, 16:02

Bem, mesmo para escrita não acho necessário ter o ! e o ? em acesso directo.
Em português não faz mt sentido a tecla morta para o ` (usada apenas em "à" e "àquela" ) ser directa e o ~ não.
Eu preferiria ter o Ç apenas no alt gr do C e usar essa tecla como ;/:

User avatar
depletedvespene

18 Oct 2018, 16:23

O acento grave é muito usado em catalão; entre isso e o uso que tem em português (sem contar italiano, francês, etc.), ele consegue o seu lugar na área de base.

O pontos de interrogação e ponto de exclamação estão na área de base devido à sua alta taxa de uso, tanto na escritura normal como em várias linguagens de programação. Observe que eles também têm pontos de abertura associados (não usados em português ou catalão) na área Shift e não na área de base.

Na cedilha... eu entendo sua preferência (eu também gostaria de ter o ponto e vírgula na área de base), mas imagino (posso estar errado) que o resto dos lusofonos não sentirian o mesmo; Além disso, isso também implicaria a remoção do eñe da referida tecla na versão "espanhola" da distribuição, e isso seria, sem dúvida, rejeitado por completo pelos falantes de espanhol em geral.

Obrigado por seus comentários.

User avatar
miguelbazil

18 Oct 2018, 21:22

Eu não tenho qualquer problema com não ter ponto e vírgula na área de base, desde que o acesso por shift+tecla seja fácil (no caso dos teclados ISO-PT já o são). Cada um tem as suas manias e necessidades claro, mas uma pessoa vive com isso.

O que vai ser um impedimento, nem é o símbolo x, y ou z estar numa posição diferente, se está na base ou no shift, etc... O problema maior, e o grande impedimento, é lutares contra os hábitos de anos e anos das pessoas. Isso é que é difícil. EU sei disso porque não me consegui adaptar a ANSI mesmo por isso. O simples facto de ter um til no sítio diferente já me fazia confusão, onde muitas vezes pensava que ia dar um enter, e saía um til.

Para mim, moverem o til é um risco grande. Assim como os <> (eu tenho XML a dar com pau actualmente, portanto...).

Mas mais que tudo, só sei se me consigo adaptar a algo, experimentando. A proposta em si é bastante abrangente e poderia ter interesse. Se me perguntassem se aderia? Só experimentando. Mas como não tenho maneira de programar um teclado para isso, não vou conseguir dar um feedback real.

User avatar
depletedvespene

18 Oct 2018, 22:34

miguelbazil wrote: O que vai ser um impedimento, nem é o símbolo x, y ou z estar numa posição diferente, se está na base ou no shift, etc... O problema maior, e o grande impedimento, é lutares contra os hábitos de anos e anos das pessoas. Isso é que é difícil. EU sei disso porque não me consegui adaptar a ANSI mesmo por isso. O simples facto de ter um til no sítio diferente já me fazia confusão, onde muitas vezes pensava que ia dar um enter, e saía um til.

Para mim, moverem o til é um risco grande. Assim como os <> (eu tenho XML a dar com pau actualmente, portanto...).
Na verdade, o costume pesa (é por isso que comecei a partir da base de um teclado QWERTY). Eu mesmo, que escrevo muito código fonte em Java, atualmente estou lutando com minhas mãos para digitar os colchetes em sua nova posição.

A redistribuição de alguns símbolos é radical, e será necessário aprendê-lo novamente ... mas nada pode ser melhorado sem tentar. E a ideia é ter, no final, uma distribução de teclado melhor que as pré-existentes.

miguelbazil wrote: Mas mais que tudo, só sei se me consigo adaptar a algo, experimentando. A proposta em si é bastante abrangente e poderia ter interesse. Se me perguntassem se aderia? Só experimentando. Mas como não tenho maneira de programar um teclado para isso, não vou conseguir dar um feedback real.
Programar o driver do teclado para ter essa distribuição é fácil (já fiz isso em inúmeras oportunidades). Neste fim de semana eu farei uma nova versão do driver, que incorpora as últimas mudanças, e vou publicá-lo aqui, para que as partes interessadas possam testá-lo.

Obrigado.

User avatar
miguelbazil

19 Oct 2018, 11:56

Eu não tenho teclados com controladores custom, e o que tenho são teclados de mercado regular (um ducky rgb e um Turtle Beach Impact 500) que não são programáveis. Daí não poder testar mesmo.

User avatar
depletedvespene

19 Oct 2018, 14:11

Isso não é problema — a distribuição é programada no nível de driver do Windows para teclados de diferentes países (não importa qual teclado físico você usa, o sistema operacional permite que você escolha usar a distribuição portuguesa, a brasileira, a inglesa no Reino Unido, a alemã , etc.).

Amanhã eu vou fazer o driver e publicá-lo, e você pode fazer todos os testes que quiser nos teclados que quiser.

Obrigado.

User avatar
depletedvespene

26 Oct 2018, 13:03

Eu postei no meu web site, em http://www.farah.cl/DistribucionesDeTec ... ex_pt.html e em http://www.farah.cl/DistribucionesDeTec ... ex_pt.html, versão 1.0 do teclado iberoamericano.

Fiz algumas alterações em relação à imagem que mostrei como proposta inicial no outro dia. Isto é o que parece agora:
Teclado iberoamericano português, versão 1.0.
Teclado iberoamericano português, versão 1.0.
IberAmPt-grande.png (66.93 KiB) Viewed 5323 times
Baixe, instale, teste e comente. Obrigado.

Por enquanto, as páginas estão em espanhol; Vou traduzi-las para o português durante o final de semana. Por favor, não me mate (até segunda-feira).

Post Reply

Return to “Português”